Entretenimento

Rust: Família de diretora morta no set reage à condenação de armeira, e deixa no ar, pedido sobre Alec Baldwin

A família de Halyna Hutchins, morta em outubro de 2021 por um tiro acidental no set de “Rust“, reagiu à condenação de Hannah Gutierrez-Reed. De acordo com o Daily Mail, os entess da diretora de fotografia ainda não estão satisfeitos com a prisão da armeira, apenas. Eles consideram que ela não é a única culpada pela tragédia, e sugeriram que o ator Alec Baldwin, que efetuou o disparo, também seja punido.

“Os pais de Halyna e sua irmã sempre quiseram que todos os responsáveis ​​pela morte de Halyna fossem responsabilizados”, disseram os advogados da família, Gloria Allred e John Carpenter. A declaração, por sua vez, foi vista como uma indireta para Baldwin. “Hoje foi o primeiro julgamento e condenação no processo de justiça criminal. Estamos convencidos de que o júri, com base nas provas, considerou Hannah Gutierrez-Reed culpada, sem sombra de dúvida, por sua participação no homicídio de Halyna”, pontuaram.

Ao final, os representantes de Hutchins pediram por justiça em nome de toda a família. “Esperamos que o sistema judicial continue a garantir que todos os outros responsáveis ​​​​pela morte de Halyna sejam obrigados a enfrentar as consequências legais das suas ações”, destacaram.

Julgamento

Hannah, que era responsável por cuidar e fornecer as armas do filme, foi condenada por homicídio culposo, nesta quarta-feira (6), em um tribunal do Novo México, Estados Unidos. Agora, ela aguarda a sentença, que pode chegar a até 18 meses na prisão. Apesar de ser considerada culpada pela morte não intencional de Halyna, a armeira foi absolvida da acusação de adulterar provas na cena do crime, algo que agravaria sua situação.

O júri concluiu, ainda, que Gutierrez-Reed agiu com negligência nos bastidores do filme, por não tomar os cuidados necessários de checar o armazenamento das armas e munições. O revólver que matou a diretora de fotografia foi carregado com cartuchos reais ao invés de cenográficos. Além de Hutchins, o diretor Joel Souza também ficou ferido.

Halyna Hutchins perdeu a vida após tiro disparado por Baldwin. (Foto: Reprodução/Rust)

Os advogados de Hannah por sua vez, afirmaram que ela é inocente e culparam a produção de “Rust” pela tragédia. Com base nos argumentos da defesa, a armeira seria um bode expiatório para questões de segurança no set, que ela não conseguia controlar, uma vez que os produtores queriam minimizar os custos do longa.

A equipe jurídica alegou, ainda, que sua cliente deveria ter sido chamada enquanto Baldwin manuseava a arma para testar os ângulos de câmera antes da filmagem. No início do julgamento do caso, o ator também foi acusado ao lado de Gutierrez-Reed por homicídio culposo, mas as acusações contra ele foram retiradas ano passado.

À época, o astro declarou não ter puxado o gatilho da arma que acertou Halyna. Contudo, uma decisão tomada pelo júri em janeiro ressaltou que surgiram novas provas sobre o caso e, por isso, Alec deverá ser julgado novamente, em julho.

Continua depois da Publicidade

Defesa

Como Hannah Gutierrez-Reed optou por não depor, o júri tomou nota de seus argumentos por meio da defesa e das filmagens de entrevistas em vídeo realizadas com investigadores. A acusada relatou que, no dia do acidente, havia carregado seis cartuchos no revólver que Baldwin estava usando e que verificou todos eles por segurança. No entanto, ela reconheceu que deveria ter tido mais atenção. “Eu gostaria de ter verificado mais”, admitiu.

Hannah disse aos investigadores que mostrou a arma a Dave Halls, o primeiro assistente de direção de “Rust”, girando o cilindro para que ele pudesse ver os cartuchos dentro. Halls, porém, apontou que as verificações de segurança falharam naquele dia. “Não me lembro de ela ter girado totalmente o cilindro. Eu deixei passar a verificação de segurança”, confessou. Ele evitou a prisão ao aceitar um acordo judicial no caso e se declarar culpado por negligência.

Continua depois da Publicidade

Como parte de um acordo inicial, Matthew Hutchins, viúvo da diretora, se tornou produtor executivo do filme após a morte da esposa. As gravações de “Rust” chegaram ao fim em maio de 2023, mas uma data de estreia ainda não foi definida. Saiba mais detalhes sobre o caso, clicando aqui.



Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques

Related Articles

Leave a Reply

Back to top button