Arte e Cultura

Projeto Aldo Parisot chega a Currais Novos – Arte de Toda Gente

O projeto Aldo Parisot atua, já há dois anos, na cidade de Caicó (RN), onde foi responsável pela formação da primeira orquestra de cordas da história da região do Seridó. Agora, a iniciativa – que é um projeto de extensão da Escola de Música da UFRN (EMUFRN) e conta com a parceria do Sistema Nacional de Orquestras Sociais – Sinos (Funarte e UFRJ, através de sua Escola de Música), está lançando seu segundo polo de atividades em outra cidade do interior potiguar: Currais Novos.

A parceria do Sinos

O projeto traz seu nome e inspiração do violoncelista Aldo Parisot (1918-2018, foto ao lado). Nascido em Natal (RN), lá iniciou seus estudos, para depois seguir carreira internacional, atuando como solista de conjuntos renomados como as orquestras Filarmônicas de Berlim, Viena e Nova York, sem, no entanto, nunca abrir mão de suas raízes e do contato com sua terra natal. O foco do projeto são as crianças e adolescentes do sexo feminino, entre 10 e 15 anos e em situação de vulnerabilidade social. O objetivo é promover o ensino de instrumentos de cordas – violoncelo, violino e viola. A iniciativa investe ainda na transformação da realidade social das participantes, possibilitando a elas o acesso à cultura.

A coordenação do Projeto Aldo Paristo é do professor da Escola de Música da UFRN (EMUFRN), Fabio Soren Presgrave (ao lado, confira aqui uma entrevista com o professor Fabio) e os instrumentos que serão utilizados no novo polo de Currais Novos foram adquiridos com o apoio do Programa Caravana Cultural, da Pró-Reitoria de Extensão da UFRN (Proex).

Ao longo de sua atuação, as ações do projeto Aldo Parisot contam com a parceria do Sistema Nacional de Orquestras Sociais – Sinos, na forma de apoio na contratação de instrutores (leia aqui e aqui), assim como na disponibilização de partituras para repertório – elaboradas de acordo com os diferentes níveis de aprendizado/dificuldade –, material didático e aulas online, entre outras.

Além da parceria do Sinos, o projeto Aldo Parisot conta com o apoio da Prefeitura de Caicó, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes (Semece); do Escritório de Advocacia BTW Madruga (Brasília-DF) e do IFRN – Campus Jucurutu.

Foto de abertura: alunas do Projeto Aldo Parisot em Caicó (RN) – divulgação

Related Articles

Leave a Reply

Back to top button