Viagens

MIS abre exposição sobre o Holocausto em São Paulo

MIS apresenta mostra imersiva do Holocausto e os “anjos” que salvaram inúmeras vidas nos dias de guerra; Confira data e valores

Inspirada na história de Nicholas Winton exposição fica até abril no MIS (divulgação)

Uma mostra sensorial e impactante sobre o Holocausto abre ao público neste sábado, 9 de março, no Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo, no Jardim Europa, na zona oeste da cidade.

Museu da Imagem e do Som em São Paulo trouxe para os meses de março e abril, a mostra sensorial do Holocausto. Inspirada na história de Nicholas Winton (1909-2015) o britânico que salvou quase 700 crianças judias da morte nas mãos de tropas nazistas.

Sinônimo de exposições imersivas e com amplo apelo nos aspectos visuais e cenográficos o MIS-SP não fugirá de suas origens ao apresentar essa mostra, embora trate de um assunto mais delicado do que as temáticas normalmente abordadas pelo museu.

Desse modo, os estão cenários montados especialmente para a mostra, além de vídeos e fotografias. Parte desse material histórico está sendo emprestado pelo United States Holocaust Memorial Museum, em Washington, entre outras instituições.

Para não derrapar em terminologias e aspectos históricos, a exibição conta também com a curadoria conjunta de Marcio Pitliuk, escritor e especialista no Holocausto.

Primeiro andar

Dividida em dois pavimentos, a exibição tem num segundo ambiente, uma homenagem a sete pessoas que correram risco de vida para salvar judeus ao longo do Holocausto. Entre eles o alemão Oskar Schindler (1908-1974), cuja célebre história está retratada no filme “A Lista de Schindler”, de 1993.

Há ainda a biografia da brasileira Aracy Guimarães Rosa, que ajudou diversos judeus a migrarem ao Brasil enquanto trabalhava no Consulado Brasileiro em Hamburgo. E a principal inspiração para a mostra, de Nicholas Winton.

Além de mostra, a história de Winton estará também nos cinemas, com por Anthony Hopkins como protagonista da cinebiografia ‘One Life’.

 A Tragédia do Holocausto: a Vida de Julio Gartner no MIS (divulgação)
A Tragédia do Holocausto: a Vida de Julio Gartner (divulgação)

Anjos do Holocausto

O segundo andar contrasta visualmente com o primeiro. Se embaixo estamos na trevas, no andar acima a decoração toda em branco é dedicada a homenagear os “Anjos do Holocausto”. São pessoas que arriscaram a vida para salvar os judeus do extermínio.

O vídeo que mostra a entrevista de Nicholas Winton em um programa de auditório da BBC, ele um britânico que salvou 669 judeus da morte, me arrepiou particularmente. No episódio, judeus salvos por Winton foram reunidos para homenageá-lo.

A história de outras seis pessoas é contada. Dentre elas, o alemão Oskar Schindler, que inspirou o filme a Lista de Schindler; e os brasileiros Luiz Martins de Souza Dantas – diplomata que concedeu vistos para perseguidos do governo nazista – e Aracy de Carvalho, diplomata que ajudou judeus a entrarem no Brasil durante o Holocausto.

 A Tragédia do Holocausto: a Vida de Julio Gartner no MIS (divulgação)
A Tragédia do Holocausto: a Vida de Julio Gartner no MIS (divulgação)

Exposição sobre Holocausto, no MIS

  • Quando: Até 21 de abril.
  • Terças a sextas, das 10h às 19h; sábados, das 10h às 20h; e domingos e feriados, das 10h às 18h.
  • R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia). Às terças, a entrada é gratuita para o público em geral.
  • Classificação indicativa 16 anos.

LEIA TAMBÉM:

6 hotéis fazenda próximos a São Paulo para aproveitar com as crianças

5 restaurantes com espaço infantil em São Paulo

Atrações em São Paulo: cinco lugares imperdíveis

5 chalés para se hospedar perto de São Paulo

FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO GRATUITO NO WHATSAPP!

Nele você recebe todos os dias:

  • Dicas, novidades e promoções de viagens todos os dias pelos nossos canais!
  • Notícias sobre o mundo do turismo
  • Fique tranquilo, o único assunto do grupo é sobre viagem e ninguém vai te chamar no privado.
  • Venha fazer parte! É gratuito!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo