Viagens

Veja como organizar uma viagem para Washington DC saindo de Nova York

Está em Nova York e quer esticar até Washington DC? Veja o que curtir e como organizar sua viagem até lá.

O edifício do Capitólio dos Estados Unidos em Washington DC. (Foto: shutterstock)

A primeira coisa a ter em mente na hora de unir em uma mesma viagem NY com D.C é que não vale a pena fazer um bate-volta. Separadas por 365 quilômetros e ligadas por um sistema de transporte bem eficiente, ir de uma cidade a outra não é difícil – complicado mesmo é encaixar o mar de atrações de Washington em poucos dias.

O viajante pode chegar via trem, avião, ônibus ou carro alugado. De trem, são cerca de três horas e meia (de trem rápido, demora quase três). Mais longa, porém mais barata, a viagem de ônibus demora cerca de cinco horas e custa. De carro são quatro horas e meia, e de avião, menos de duas.

DC é muito boa para caminhar e pedalar. Não tem como se perder, as ruas paralelas são nomeadas a partir de um esquema de letras e números. Elas são cortadas por avenidas com nomes de outros estados americanos. O metrô atende bem o centro e os bairros mais afastados.

Qual a melhor época para visitar a capital americana?

Na primavera (março a junho), as cerejeiras florescem e as temperaturas ficam amenas. É quando acontece o National Cherry Blossom Festival. Se não gosta de frio, evite o inverno, quando o termômetro pode cair abaixo de zero, com chance de nevascas.

O que fazer em D.C

A bicicleta ou o Segway (patinete motorizado) serão muito bem-vindos durante o passeio pelo ponto mais icônico da cidade, o National Mall, uma área verdinha e plana que liga o Lincoln Memorial até o Capitólio (todas as atrações desse pedaço são gratuitas).

Washington DC
National Mall e o Monumento de Washington. (Foto: shutterstock)

Pela Bike and Roll, o aluguel de três horas com guia fica a partir de US$ 44. Pedalando ou acelerando, a primeira parada é no Memorial da Segunda Guerra Mundial, obra de 56 pilastras nomeadas com os estados americanos e dispostas em um semicírculo, homenageando a todos os combatentes estadunidenses.

Washington DC
Memorial da Segunda Guerra Mundial. (Foto: shutterstock)

Em frente, um longo e belo espelho d’água se prolonga até o Lincoln Memorial, ponto icônico da capital. Foi ali, no alto da escadaria, que Martin Luther King fez seu famoso discurso I Have a Dream para milhares de pessoas em 1963.

As fotos nos degraus são clássicas, assim como as que enquadram o espelho d’água e o famoso Obelisco do Monumento a Washington. Dentro do memorial há uma estátua em mármore do 16º presidente americano.

Martin Luther King Jr. Memorial

Pertinho, o Martin Luther King Jr. Memorial é a pedida para mais uma paradinha. A imagem do ativista está esculpida em uma grande pedra, chamada de “pedra da esperança”, que fica posicionada no meio de outros dois rochedos que simbolizam a “montanha do desespero” e a luta pela qual o político passou.

Martin Luther King Jr. Memorial. (Foto: shutterstock)

Diversas frases conhecidas de Luther King estão grafadas pelo espaço. Mais algumas pedaladas levam ao Thomas Jefferson Memorial, terceiro presidente americano e autor da Declaração de Independência, às margens do Rio Potomac.

Thomas Jefferson Memorial. (Foto: shutterstock)

A arquitetura da obra é altamente fotografável, especialmente durante a florada das cerejeiras entre março e abril. Todo em branco, com uma longa escadaria e 26 colunas jônicas, o memorial por dentro não difere dos outros: o interior é decorado com uma grande estátua do estadista e as paredes trazem discursos e suas frases mais famosas.

Bairro de Georgetown

Antes de começar a maratona para conhecer os fantásticos museus da cidade (acredite, é um melhor do que o outro), explore com calma Georgetown, bairro charmoso que relembra a DC dos tempos coloniais, com as construções de tijolinhos, casinhas coloridas, restaurantes refinados, uma alameda inteirinha de lojas e muito verde.

Vista da M Street ao nascer do sol no centro de Georgetown. (Foto: shutterstock)

No bairro fica o Filomena Ristorante, de massas caseiras. Aberto há 30 anos, é um dos endereços mais cobiçados para comer comida italiana na capital. Os clientes conseguem ver parte da produção de ravioli, fettuccine, agnolotti, canelone e lasanhas feitas por senhoras com toda a pinta de nonnas.

Para curtir a noite, aposte em Dupont Circle – área repleta de bares e restaurantes. Aqui fica o primeiro museu que vale muito a visita.

Smithsonian Institution

Mas a cereja do bolo, quando o assunto é museu em Washington, atende pelo nome Smithsonian Institution, conglomerado de museus, galerias, centro de estudos e zoológico, que fica pertinho do National Mall. É preciso fazer uma seleção do que se deseja ver, afinal, são 19 museus e não dá para visitá-los em menos de três horas cada um.

Smithsonian Institution. (Foto: shutterstock)

História e Cultura Afro-Americana

Entre os imperdíveis está o de História e Cultura Afro-Americana, aberto em 2016, próximo ao obelisco do Monumento a Washington. É um espaço para mexer e provocar reflexões.

Com mais de 20 mil m², o acervo traça a história da população afro-americana, da segregação racial à luta pelos direitos civis, passando também pelas produções artísticas, culturais e o esporte.

É riquíssimo, coroado por um projeto arquitetônico ousado que ostenta um painel de bronze de três camadas na fachada. Desde sua abertura, o museu é um sucesso de público.

National Air and Space Museum

O National Air and Space Museum também é concorrido por mostrar a maior coleção de aeronaves, foguetes e naves espaciais do mundo. São 500 mil objetos, entre eles a cápsula da Apolo 11, diversos foguetes e planetário.

National Air and Space Museum. (Foto: shutterstock)

A 35 quilômetros dali, no estado vizinho de Virginia, fica um braço desse museu, dedicado a exemplares ainda maiores, como um avião Concorde e o Boeing B-29 que jogou a bomba atômica sobre Hiroshima.

Museu de História Natural e Museu de História Americana

Outro que arrebata uma legião de fãs é o Museu de História Natural, que, a exemplo do de Nova York, traz uma coleção com incontáveis espécies de plantas, animais e até meteoritos.

Coloque na lista também o Museu de História Americana, que fala do DNA do país, com itens curiosos como os primeiros computadores Apple e os primeiros celulares, além dos sapatinhos da personagem Dorothy (O Mágico de Oz) e as luvas da lenda do boxe Muhammad Ali.

A pedida para comer perto do Smithsonian é a steakhouse BLT Prime by David Burke, dentro do Trump Hotel. Os carnívoros de plantão se dão bem na escolha dos bifes suculentos, dos hambúrgueres caprichados ou mesmo das porções fartas de frutos do mar.

Por falar em Trump… É possível chegar próximo à grade da Casa Branca e tirar fotos da residência do ex-presidente. Visitá-la é bem mais complicado e exige contato com a embaixada brasileira na cidade e longa espera (mesmo assim, a chance de conseguir é mínima).

Já entrar no Capitólio é mais fácil e há tours gratuitos. Os pedidos precisam ser feitos pela internet, com pelo menos dez dias de antecedência. Quem consegue uma vaguinha fica encantado com o lugar que dita as regras e o futuro dos Estados Unidos.

Onde se hospedar em D.C

Hyatt Place

Perto do National Mall, fica a curta distância dos principais museus e monumentos da capital. Tem quartos espaçosos, com padrão executivo, e bar no rooftop.

Hyatt Place. (Foto: reprodução Booking)

LEIA TAMBÉM:

Bate-voltas para fazer a partir de Nova York e Miami

Hotéis em Nova York que não são apenas para dormir

Economia em Nova York: como funciona o passe de descontos CityPass

Conheça o Summit, o observatório mais instagramável de Nova York

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. View more
Cookies settings
Aceitar
Rejeitar
Privacy & Cookie policy
Privacy & Cookies policy
Cookie name Active
Agradecemos por escolher o site Concurso Passei Direto. A sua privacidade é uma prioridade para nós. Esta Política de Privacidade explica como coletamos, usamos e protegemos as informações pessoais dos usuários do nosso site. Ao utilizar o Concurso Passei Direto, você concorda com os termos descritos nesta política.
  1. Informações Coletadas:
1.1. Informações Pessoais: Podemos coletar informações pessoais, como nome, endereço de e-mail, número de telefone, e outras informações relevantes quando você se cadastra ou interage com o nosso site. 1.2. Informações de Navegação: Coletamos dados não identificáveis, como endereço IP, tipo de navegador, provedor de serviços de Internet, páginas visitadas e horários de acesso. Essas informações são usadas para melhorar a experiência do usuário e administrar o site.
  1. Uso das Informações:
2.1. Melhoria do Serviço: Utilizamos as informações coletadas para melhorar nossos serviços, personalizar o conteúdo, e fornecer uma experiência mais eficiente e personalizada. 2.2. Comunicações: Podemos utilizar suas informações de contato para enviar comunicações sobre atualizações do site, novos recursos, ofertas especiais, ou outras informações que julgamos relevantes. 2.3. Cookies e Tecnologias Semelhantes: Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para coletar informações sobre o seu comportamento de navegação no site, o que nos ajuda a personalizar o conteúdo e a melhorar a funcionalidade do site.
  1. Compartilhamento de Informações:
3.1. Parceiros e Fornecedores de Serviços: Podemos compartilhar suas informações com parceiros e fornecedores de serviços que nos auxiliam na operação do site e na prestação de serviços. 3.2. Requisitos Legais: Reservamo-nos o direito de divulgar suas informações pessoais conforme exigido por lei ou quando acreditarmos que tal divulgação é necessária para proteger nossos direitos legais.
  1. Segurança:
4.1. Medidas de Segurança: Implementamos medidas de segurança para proteger suas informações contra acesso não autorizado, alteração, divulgação ou destruição não autorizada.
  1. Seus Direitos:
5.1. Acesso e Atualização: Você tem o direito de acessar e atualizar suas informações pessoais a qualquer momento. Se desejar exercer esse direito, entre em contato conosco. 5.2. Cancelamento de Assinatura: Se não deseja mais receber comunicações nossas, forneça um meio de cancelar a assinatura nas comunicações ou entre em contato conosco para realizar essa solicitação.
  1. Menores de Idade:
O site Concurso Passei Direto não se destina a menores de 13 anos, e não coletamos intencionalmente informações de menores de idade. Se tomarmos conhecimento de que coletamos informações de um menor de idade, tomaremos medidas para remover essas informações.
  1. Alterações na Política de Privacidade:
Reservamo-nos o direito de atualizar esta Política de Privacidade a qualquer momento. Recomendamos que você reveja periodicamente as alterações. A continuação do uso do site após as alterações indica a sua aceitação dessas alterações.
  1. Contato:
Para quaisquer dúvidas, preocupações ou solicitações relacionadas à privacidade, entre em contato conosco através contato@concursopasseidireto.com.br. Ao utilizar o site Concurso Passei Direto, você concorda com os termos desta Política de Privacidade.  
Save settings
Cookies settings